<$BlogRSDUrl$>

Padres de Benguela 

A Diocese de Benguela abriu hoje o ano sacerdotal, em missa que marcou os 46 anos de vida sacerdotal do bispo de Benguela. Os padres renovaram os compromissos de fidelidade e receberam das mãos do bispo uma vela acesa, sinal de comunhão e missão. Na homilia, o bispo de Benguela lembrou os seus 46 anos e pediu perdão pelas suas infidelidades. Ao mesmo tempo que exortou os presbíteros a seguirem o exemplo de S. João Maria Vianney, partilhando passagens da carta do Papa aos Sacerdotes. Dom Eugénio Dal Corso disse ainda que a Igreja Africana tem bons e muitos exemplos de padres e falou do padre Leonardo Sikunfide aos padres de Benguela: “padre que morreu em conceito de santidade, desejo que este ano se abra oficialmente a causa da sua beatificação”, disse. Para o bispo de Benguela, a diocese tem muitos padres, mas há ainda muitas comunidades com fome de assistência espiritual, por isso “renovemos o entusiasmos pela missão”, convidou. O Ano Sacerdotal, segundo a comissão coordenadora liderada pelo padre Jacob Alberto Kapingala será marcado com uma série das actividades e iniciativas locais: Encontro de convívios; criação de arciprestes, na diocese; implementação do fundo de solidariedade do clero; publicação local da revista enriquecida com as noticias sobre o clero a nível nacional, entre outras.

Comments: Enviar um comentário

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

DIOCESE DE BENGUELA