<$BlogRSDUrl$>

Diocese de Cabinda já tem bispo: D. Belmiro Tchisengeti 

Terça-feira, 3 de Julho de 2018: Foi a notícia que marcou o dia de hoje, logo pelas 11h da manhã em Angola, 12h em Roma. O Bispo de Benguela e secretário da Conferência Episcopal de Angola e São Tomé, Dom António Jaca, convocou os agentes da pastoral diocesana, sacerdotes e religiosas, para Sé Catedral onde anunciou a feliz notícia à Igreja de Angola.
O novo Bispo Dom Belmiro Tchisengeti mostrou-se confiante e satisfeito com a sua nomeação, consciente dos desafios que vai encontrar, e disse que é uma responsabilidade que assume com fé e sentido de missão à Igreja, em particular àquela porção da Igreja universal que é a Diocese de Cabinda. Dom Belmiro agradeceu "ao Santo Padre Francisco pela confiança que depositou em mim com esta nomeação", "ao Núncio Apostólico em Angola, Dom Peter Radjic" por quem lhe chegou a notícia. Agradeceu de igual modo ao Arcebispo de Luanda e até agora Administrador Apostólico de Cabinda, Dom Filomeno Vieira Dias, pelo trabalho que realizou na Diocese de Cabinda. Agradeceu aos Bispos Dom Jaca e Dom Óscar Braga, presentes no acto e todos os padres e religiosas que ouviram o anúncio. A todos pediu orações para conduzir o povo que lhe foi confiado. 
Dom Belmiro dirigiu já uma saudação especial ao clero, religiosos e religiosas e fiéis de Cabinda, esperando trabalhar com todos para servir Cristo.
Com 49 anos de idade, Dom Belmiro nasceu no Chinguar, Província do Bié. De pais evangélicos, foi baptizado na igreja evangélica pentencostal e ali também foi crismado. A pedido do seu pai, foi estudar na missão dos padres espiritanos e ali entusiasmou-se pela vida que encontrou. Este entusiasmo levou-o a falar com o então superior da missão, que é hoje Dom Benedito Roberto, Arcebispo de Malanje. Belmiro fez naquela Missão a profissão de fé católica e em seguida a primeira comunhão. Depois da caminhada vocaional, Dom Bendito mandou-o para o seminário menor dos missionários espiritanos em Cabinda, em finais da década de 80. O seu percurso vocacional cresceu até à ordenação sacerdotal. Até a esta data da sua nomeação para bispo, Dom Belmiro era superior provincial dos Missionários do Espírito Santo e membro da comissão episcopal de Justiça e Paz da CEAST.
Dom Belmiro Tchisengeti já disse que vai receber a ordenação episcopal em Cabinda, mas ainda não avançou a data.




Comments: Enviar um comentário

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

DIOCESE DE BENGUELA